flor    O PODER DOS SONHOS

 

Ter consciência do nosso potencial

Um dos afluentes para esse imenso universo, é usar os sonhos.

    • O objetivo da vida é o nosso desenvolvimento. Para isso temos de nos autoconhecer. Queremos caminhar na vida como a lagarta ou como a águia?
    • Está provado cientificamente que através de auto-condicionamento (plano antecipado) podemos  determinar o que iremos sonhar. Temos de aprender a facilitar a comunicação entre o consciente e o inconsciente, de forma que nos permita interagir ou comunicar com o Eu Superior durante os sonhos. É muito fácil  controlar o subconsciente a focar (concentrar) numa questão ou pergunta durante as diferentes etapas do sono, permitindo que este e o consciente se relacionem durante o sonho. Muitos sonhos tornaram-se históricos.  Os religiosos chamavam isso de revelações. Porém, não passaram de momentos onde o produto de um grande desejo ou uma grande vontade, levou o sonhador a descobrir aquilo que mais o preocupava. Thomas A. Edison, Otto Loewi, William Blake ou o Maestro João Carlos Martins não foram os únicos. René Descartes, Gandhi, Voltaire, Carl G. Jung. A Bíblia está cheia de exemplos do poder dos sonhos. E nós? O autoconhecimento tem sido um grande segredo, porque da poder. Hoje temos de o descobrir através de um método muito simples, o qual ensina uma forma de dormir consciente, a qual vai substituir a maneira inconsciente como temos dormido. Deixaremos de apenas sonhar para pôr o subconsciente ao nosso serviço, porque os sonhos podem ser fonte do mais profundo conhecimento, orientação e proteção na nossa vida diária.

    Voltar